RS: O MIDR reconhece situação de emergência em 14 cidades do Rio Grande do Sul devido à seca

Seu navegador não suporta áudio HTML5

Áudio (01:53)

Na quinta-feira, 8 de fevereiro, outras 14 cidades gaúchas se encontram em situação de emergência reconhecida pelo governo federal.

Os municípios de Ibarama, Quinze de Novembro, Santo Augusto, Erebango, São Martinho da Serra, Campinas do Sul, São Valentim do Sul, Teutônia, Viadutos e Araricá obtiveram reconhecimento federal devido às fortes chuvas.

Forquetinha e Ajuricaba registraram enchentes, enquanto Canoas foi atingida pelas enchentes.

Por fim, o Coronel Pilar registrou deslizamentos de terra.

Com o reconhecimento federal, os municípios podem solicitar recursos do governo federal para ações de proteção civil. As solicitações devem ser feitas através do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, S2iD. Você pode acessar a ferramenta AQUI.

Waldez Góes, Ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, explica como as transferências podem ser aplicadas.

“Os recursos da Proteção Civil podem ser utilizados no primeiro momento em que ocorre uma catástrofe para prestar assistência humanitária, fornecer kits de higiene, alimentos às pessoas afetadas, que enfrentam as consequências dessa catástrofe, bem como para restabelecer serviços essenciais, como, abastecimento de água e limpeza das vias públicas. Além disso, podemos também utilizar os recursos da Proteção Civil para reconstruir infraestruturas públicas destruídas pela catástrofe ou mesmo casas destruídas pela catástrofe.”

Para saber mais sobre as ações do governo federal em matéria de proteção e defesa civil, acesse mdr.gov.br.

+ There are no comments

Add yours