Projetos de mobilidade de capitais são apresentados aos gestores do RS

Estimated read time 3 min read

Guilherme Pedrotti / Famurs / Divulgação

MOBILIDADE URBANA
Secretário Castro Júnior (D) destacou plano de renovação de frota e aquisição de ônibus elétricos

O secretário de Mobilidade Urbana, Adão de Castro Júnior, apresentou o programa Mais Transporte e os projetos de mobilidade ativa de Porto Alegre nesta quinta-feira, 7, em reunião da Federação das Associações Municipais do Rio Grande do Sul (Famurs), em Sapucaia do Sul. Estiveram presentes os dirigentes das associações da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal), da Região Carbonífera (Asmurc) e do Vale do Caí (Amvarc), reunidos para a última edição, em 2023, do evento Missão Municipalista: potencializando a força interior do Rio Grande.

Castro Júnior destacou os projetos apresentados ao Programa de Aceleração do Crescimento (CAP) do Governo Federal para renovação da frota e aquisição de ônibus elétricos, totalizando mais de R$ 1 bilhão de investimentos para a qualificação do transporte público de Porto Alegre . Foi enviada solicitação ao governo federal para aquisição de 20 ônibus leves, 340 ônibus pesados ​​e 140 ônibus articulados, todos com tecnologia Euro 6, capazes de reduzir, em média, 75% das emissões de poluentes atmosféricos em relação à tecnologia anterior. Além dos autocarros convencionais, foi lançado um projeto para aquisição de 100 autocarros articulados, com tecnologia elétrica e infraestrutura de carregamento.

“Estamos em contato com os fabricantes para trocar experiências a partir da implantação do Mais Transporte com o objetivo de agregar ônibus elétricos à frota da capital gaúcha. Lançámos um convite aos fabricantes para demonstrarem as suas tecnologias, seguindo critérios pré-estabelecidos, para que possamos realizar testes e possibilitar esta experiência sustentável aos utilizadores dos transportes públicos”, sublinhou Castro Júnior.

O secretário destacou ainda a retoma das linhas e mais de 2.000 viagens durante a semana, 1.200 aos sábados e 1.000 aos domingos, para adequar a oferta ao aumento de 14,5% no número de passageiros desde o início do programa Mais Transporte, em abril de 2022. .

Os prefeitos, vice-prefeitos e secretários discutiram a integração do transporte público, os investimentos necessários para aquisição de uma frota eletrificada e a importância da participação do governo federal no apoio aos municípios, tanto na desoneração tributária de veículos elétricos e insumos quanto na criação de linhas de crédito.

+ There are no comments

Add yours