Governo estuda criar universidades na Serra Gaúcha

Encontro entre Pimenta (Secom), Camilo (Educação) e Padilha (Relações Institucionais) e prefeitos, deputados e vereadores do Rio Grande do Sul

Os ministros da Educação, Camilo Santana, das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e da Secom (Secretaria de Comunicação Social), Paulo Pimenta, participaram nesta terça-feira (26 de dezembro de 2023) de reunião com uma delegação de deputados, prefeitos, vereadores de municípios da Serra Gaúcha para discutir a criação de um campus universitário na região.

Segundo os ministros, na área da educação estão em andamento os trabalhos do Novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e a decisão sobre uma nova instituição no Rio Grande do Sul poderá ser tomada em 2024. “Esperamos ter boas notícias para a região no próximo ano, na área dos investimentos no ensino superior”Santana disse.

A criação de uma universidade federal na região é uma reivindicação da população. No dia 26 de junho, em audiência pública na Câmara Municipal de Caxias do Sul, foi discutido o PPA (Plano Plurianual) da União, com agendas que poderiam ser sugeridas ao governo federal como prioritárias.

A criação do campus universitário foi, segundo o jornal, a agenda que recebeu maior apoio dos participantes GZH. Ele recebeu 1.375 votos.

Durante reunião desta terça-feira (26 de dezembro), a deputada federal Denise Pessôa (PT) disse que a região seria beneficiada com uma universidade pública, por ser caracterizada por fortes desigualdades sociais. Segundo o Planalto, Pessôa aprovou um aditivo no valor de 5 milhões de reais para estudos de instalação do campus na Serra Gaúcha.

Aqui está a lista de presentes:

+ There are no comments

Add yours