Fechamento de 227 escolas públicas e redução do número de professores do serviço público preocupam no RS

Estimated read time 2 min read


Foto: Imagem ilustrativa / Freepik / Porto Alegre 24 horas

O Rio Grande do Sul enfrenta desafios educacionais significativos, conforme destacado na terceira edição do Observatório da Educação Pública do RS. Entre os dados alarmantes estão o fechamento de 227 escolas públicas nos últimos 11 anos, com uma redução significativa no número de professores certificados.

Publicado pela Comissão de Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (ALRS), o relatório reúne informações comparativas sobre o setor, incluindo cadastro na rede públicadisponibilidade de professores e desempenho dentro Idem.

A redução de 42.854 professores certificados entre 2006 e 2022, resultando num défice significativo. Em troca foram contratados 25.499 profissionais emergência em 2023, evidenciando a necessidade urgente de medidas para reverter esse cenário.

Os desafios na educação refletem-se diretamente nos resultados de Idem, onde o Rio Grande do Sul nunca atingiu a meta nacional, ficando na 7ª colocação. Além disso, mais de metade dos jovens entre os 15 e os 29 anos não estão matriculados em instituições de ensino, segundo a deputada Sofia Cavedon (PT), presidente da Comissão de Educação da ALRS.

Diante deste panorama, sublinha-se a importância de evidências e dados concretos para o planejamento educacional. A falta de investimento adequado na educação estatal e a baixa taxa de utilização dos recursos destinados à manutenção e desenvolvimento da educação são questões urgentes que requerem atenção.

Com informações de Classe Extra.

+ There are no comments

Add yours