Prefeitura de Porto Alegre conclui processo de venda da Carris – Rádio Guaíba

Estimated read time 3 min read

A assinatura do contrato entre a Câmara Municipal e a Empresa de Transportes Públicos de Viamão ocorreu na manhã desta terça-feira

Foto: Ricardo Giusti/CP

A Prefeitura de Porto Alegre concluiu na manhã desta terça-feira o processo de venda da Carris, iniciado em outubro, com a aquisição da empresa pela Empresa de Transporte Coletivo Viamão por R$ 109,9 milhões. A assinatura do contrato ocorreu no Centro de Administração Municipal, no Centro Histórico, na presença do prefeito Sebastião Melo, representantes da Empresa Viamão, autoridades e demais órgãos responsáveis ​​pelo processo.

Maurício Cunha, que foi presidente da Carris durante três anos, destacou que a empresa sofreu prejuízos e elogiou as ações tomadas pela prefeitura. Segundo ele, ao migrar para o setor privado, as chances de recuperação da empresa serão maiores. “Em 2021 há um estudo económico da Carris e o único panorama visível é a liquidação da empresa devido aos 6 milhões de reais negativos todos os meses. Graças ao esforço conjunto de todos, do governo, da gestão da empresa, transformamos a empresa e criamos oportunidades de não liquidação e privatização. Hoje, saindo da Carris, espero muito que a Carris possa agora finalmente alcançar a glória, sob uma gestão diferente da gestão pública”, avaliou.

Nas suas declarações, o presidente da Câmara Municipal, Mauro Pinheiro, disse que a actual administração mostrou coragem nas negociações com a Carris. “Quero parabenizar a liderança da cidade em nome do prefeito por sua coragem em fazer o que precisava ser feito. Há muito que sabemos que a Carris é prejudicial aos transportes públicos porque são propriedade do Estado. “Sabemos o quanto é difícil para uma empresa gerida por uma Empresa Pública (BUMN) prestar serviços e acabar por desequilibrar o sistema por causa dos custos”, frisou.

O autarca Sebastião Melo reiterou que a venda da Carris foi uma promessa de campanha e que a pandemia evidenciou o declínio do setor do transporte de passageiros. “Estamos no início de 2024, mas esse processo começa com a campanha que estamos realizando. Hoje em dia estou nos recortes de jornais, relativamente às perguntas que os veículos fazem sobre a Carris, só há um candidato adequado e conciso, nomeadamente nós. Se houver comprador, entregaremos para a iniciativa privada, porque entendemos que não é papel da Prefeitura ser dona da empresa, temos amor, respeito, tamanho, história, história. funcionários, para os funcionários”, disse ele.

Nesta ocasião, Melo destacou ainda que foram tomadas pelo Executivo decisões para minimizar perdas no sistema de transportes públicos, como a redução de isenções e contribuições financeiras, destacando a manutenção dos preços dos bilhetes. Ele espera que a empresa vencedora consiga resolver problemas estruturais dos ônibus, como problemas de ar condicionado porque, segundo ele, 98 ônibus adquiridos pela empresa em 2020 tiveram danos nos sistemas de refrigeração.

+ There are no comments

Add yours