O navio afundou e deixou pelo menos 5 mortos na Baía de Todos-os-Santos; A Marinha procura pessoas desaparecidas

O navio afundou e deixou pelo menos 5 mortos na Baía de Todos-os-Santos; A Marinha procura pessoas desaparecidas

O navio viajou da Ilha Maria Guarda até ao concelho, que fica numa zona turística que regista elevado tráfego nesta altura do ano. O acidente ocorreu por volta das 22h, quando os passageiros voltavam para casa depois de uma festa.

A testemunha afirmou que o barco com capacidade para 10 pessoas estava lotado. O número total de pessoas presentes ainda não é conhecido.

Segundo testemunhas, possíveis discussões entre passageiros causariam confusão. Os passageiros corriam para um lado do navio, que então virava.

Com base em informações da Marinha do Brasil, o número de vítimas que morreram foi de quatro adultos e uma criança.

Outras seis pessoas foram levadas ao Hospital Municipal Madre Deus. Duas pessoas foram repatriadas, três pessoas foram levadas para Salvador e uma pessoa aguarda transferência para unidade de saúde também na capital.

Veja abaixo quem foram as vítimas dessas lesões:

Um menino de 6 anos estava internado na UTI pediátrica do Hospital Roberto Santos, em Salvador;
Uma menina de 1 ano deu entrada na UTI pediátrica do Hospital do Subúrbio, em Salvador;
Uma mulher de 56 anos estava internada na UTI do Hospital Municipal de Salvador.

Passageiro desaparecido

Após ser acionada, a equipe de Busca e Resgate (SAR) da Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) foi enviada ao local para procurar possíveis desaparecidos, junto com outros órgãos, além de investigar o ocorrido e colher informações.

Participaram das buscas um navio da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental – (COPPA) da Polícia Militar, uma aeronave do Grupo Aéreo (Graer) e outras embarcações civis.

A Marinha informou que será aberta uma Investigação de Acidentes e Fatos de Navegação (IAFN) pela CPBA, para apurar a causa e as circunstâncias do acidente.

Concluído o procedimento, os documentos serão encaminhados ao Tribunal Marítimo.

Fonte: g1
Foto: TV Globo/Reprodução

+ There are no comments

Add yours