Lavouras de soja sofrem com falta de chuvas no RS, diz Emater

As plantas apresentam sintomas de murchamento, com queimaduras nas folhas devido à exposição ao sol.

Em algumas áreas mais afetadas pela falta de água, as folhas inferiores, amareladas e senescentes, começam a cair.

Porém, em áreas que têm recebido chuvas de volumes mais consistentes ou intermediários, a situação da cultura da soja é satisfatória, com plantas emitindo brotos, com altura adequada à fase fenológica em que se encontram, o que sugere resultados de produção condizentes com as projeções inicialmente estabelecidas.

No que diz respeito ao controle fitossanitário, a atenção principal é dada à prevenção da ferrugem.

As chuvas intensas no início do ciclo da cultura favoreceram o desenvolvimento da doença, mas apesar da baixa umidade das últimas semanas, o monitoramento e a aplicação do protocolo de controle preventivo continuam.

A estimativa é que a área plantada com soja no estado seja de 6,74 milhões de hectares, com produtividade esperada de 3,3 mil quilos por hectare.

+ There are no comments

Add yours